Uma peregrinação em busca de povos distantes

jimmy-e

Jimmy Nelson é um fotógrafo britânico capaz de fazer inveja a muito aventureiro por aí. Atuando desde 1987, ele coleciona “aventuras” como a estadia de 10 anos num internato jesuíta, a travessia do Tibet a pé e a experiência de registrar conflitos como, por exemplo, o que ocorre na Caxemira, entre Índia e Paquistão.

Em 2009 ele deu início ao projeto “Before They Pass Away”, cujo intuito é registrar tribos e culturas de lugares remotos do mundo que, além de pouco conhecidas, correm o risco de desaparecer. Foram mais de três anos de trabalho e cerca de 30 povos registrados, sempre levando em conta a beleza particular de cada cultura e seus modos tradicionais de vida. De lambuja você ainda ganha cenários incríveis como pano de fundo da imagem.

Mustang - tibet-e

A jornada deu origem a um incrível, e apaixonante, livro de fotografias. Um verdadeiro tesouro da humanidade, já que muitas destas tribos podem desaparecer em breve com a morte de seus últimos membros. Aqui você confere algumas fotos e, se quiser entender um pouco mais, pode assistir ao pequeno depoimento que Jimmy deu no TED aqui.

kenya-e

maori - nova zelandia-e

Vanuatu-e

Rabari-india-e

Ni-Vanuatu-e

Drokpas-india-e

himba-namibia-e

Uma viagem ao Vietnã: cultura, moda e fotografia

Existem algumas marcas com as quais a gente bate o olho e se identifica. É o caso da Anthropologie, queridinha aqui do Marginália e que divulgou recentemente seu editorial primavera-verão 2014. O ensaio enche os olhos de quem gosta de Moda, Fotografia e/ou viagens. Clicado no Vietnã por Diego Uchitel, o trabalho traz a modelo húngara Eniko Mihalik vestindo looks do stylist Akari Endo.

Fizemos uma seleção de imagens pra você conferir mas antes, se quiser sentir o clima que deu o tom do editorial, dá o play no vídeo aqui embaixo. Ele recria cenas cotidianas da cidade de Hoi An com a atmosfera de felicidade, sorte e amor que a primavera inspira.


anthropologie-catalog-5

anthropologie-vietna1

anthropologie-vietnam

anthropologie-vietna2


anthropologie-catalog-3

Agora estamos na torcida pra encontrar peças da Anthropologie por aqui pra colocar no brechó, por ora o frete da loja anda bem salgado pro Brasil. Uma pena. Mas, de qualquer maneira, anotaí a dica: www.anthropologie.com